Monday, February 5, 2007

O milagre anti-aborto

Meus amigos, considero-me uma pessoa altamente privilegiada. Um abençoado que não consegue transmitir por palavras a alegria extrema que sente... Porém, vou tentar fazê-lo.
É que hoje, meus amigos... hoje, Nossa Senhora escreveu-me. Sim, ela própria, Maria mãe de Jesus de Nazaré. Esta carta leva-me a tirar uma série de importantes conclusões que irão mudar a minha vida para sempre:

1. Nossa Senhora realmente existe, coisa que vem contrariar o meu ateísmo inflexível.
2. Não só existe como escreve em português fluente. Como tal, o senhor Mel Gibson devia pensar duas vezes antes de realizar filmes baseados em episódios da Bíblia em que só se fala latim e aramaico. Provavelmente, esta gente também dominava a nossa língua.
3. Nossa Senhora sabe a minha morada e preocupa-se comigo.
4. Nossa Senhora desaprova a lei da despenalização do aborto.
5. Nossa Senhora quer vender-me um livro e um terço.

Quando abri a caixa do correio, e após fazer rolar sob a minha face gordas e roliças lágrimas de comoção por ter constatado tão cintilante milagre, procedi à análise do desdobrável...
Na face principal do mesmo, está uma imagem da face de Nossa Senhora a preto e branco com um efeito manhoso do Photoshop e o seguinte texto: "DESCUBRA o que pode acontecer em Portugal no ano em que se comemoram os 90 anos das Aparições de Nossa Senhora de Fátima.". Se em relação à imagem pude constatar que Nossa Senhora não possui qualquer formação em tratamento de imagem (o que é natural devido à conhecida ausência de material informático na Judeia de antes de Cristo), o texto tem muito que se lhe diga. De facto, fico curioso e quero saber. Afinal o que se vai passar? Meus amigos, é só abrir o panfleto e a resposta é clara.
O interior diz o seguinte: "No ano em que se comemora o 90º Aniversário das Aparições de Fátima, Nossa Senhora chora... e Ela chora por milhares de inocentes que podem perder a vida antes mesmo de dar o primeiro gemido."
Isto é bem demonstrativo da evolução que isto dos milagres sofreu ao longo dos anos. Há uma década atrás quando uma estatueta de Nossa Senhora chorava isso era notícia de telejornal. Agora, a indiferência é tão grande que tem de ser ela própria a anunciá-lo por correio. Já não há respeito, realmente... Bom, mas prosseguindo, diz o panfleto: "No dia 11 de Fevereiro realizar-se-á um referendo nacional pela liberalização do aborto. Nesse dia, é indispensável ir às urnas e responder NÃO à pergunta do referendo: Concorda com a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, se realizada, por opção da mulher, nas primeiras dez semanas, em estabelecimento de saúde legalmente autorizado? Ou seja, dizer que não concorda com o assassinato brutal de inocentes ainda no ventre materno! Esta é a resposta que a Santíssima Virgem espera de si.". Ora bem, isto leva-me a concluir que Nossa Senhora com a idade está, de uma vez por todas, a ficar sem "papas na língua". No entanto, ao mesmo tempo realiza serviço público ao traduzir em palavras mais facilmente entendíveis a complicada pergunta que surgirá nos boletins de voto. De facto, "assassinato brutal de inocentes" é bastante mais acessível que "interrupção voluntária da gravidez". Assim sim, já percebo. Às vezes há que se ser bruto para se fazer passar uma mensagem, e Nossa Senhora aqui não prima pela subtileza.
Mas, há mais: "Abster-se não pode ser uma opção. Diante de uma questão tão importante como esta, que trará graves consequências para o nosso País, não votar é o mesmo que dizer sim ao aborto.". E nós não queremos isso... principalmente depois de conhecermos o que a Santíssima Virgem espera de nós. Depois, e para quem não percebeu, Nossa Senhora faz aqui uma premonição dizendo que esta questão trará graves consequências para Israel (dado que diz "o nosso País" e eu creio que apesar dela dominar o português não se estará a referir a nós). Pessoalmente não entendo que influência tem um referendo aqui num país tão longe mas a Teoria do Caos também defende que uma borboleta bate as asas na China e provoca um tufão no Chile, como tal já não digo nada...
Mais para a frente, Nossa Senhora ainda diz que: "dizer sim é permitir que se matem inocentes, indefesos e pequeninos, que aguardam apenas o momenro de vir ao mundo." reforçando a ideia que já tinha dado previamente e lança um apelo quando diz "além do seu voto, Portugal precisa também das suas orações. Precisamos de rezar o terço e pedir a Nossa Senhora que interceda por nós e afaste do nosso País este brutal e cobarde atentado contra a vida.". Ora bem, é notório que Nossa Senhora não se contenta apenas em combater o mal no dia da decisão final. Ela quer mais. Mas como, meu Deus?! Como, se não possuo nenhum terço ou livro de orações. Felizmente bastou-me ler um pouco mais: "Peça hoje mesmo o seu estojo do Terço da Vida e receberá em casa o terço e o livro "O Rosário da Vida", com meditações para rezar o tterço em desagravo ao referendo, que por si só já constitui uma ofensa a Deus." Oh diabo!!! Ofendemos Deus... Oh Virgem Santíssima, rogai por nós! Agora é que vão ser elas! Realmente, isto é uma questão demasiado polémica para sermos nós, meros mortais, a decidir. As coisas estavam muito bem como estavam, este referendo é um atestado de incompetência a Deus! O que iremos fazer a seguir?! Despedi-lo?!
Vou imediatamente encomendar o terço e o livro! Ainda por cima só tenho de dar acima dos 10 euros... não é muito para pedir desculpa a Deus e agradar a Nossa Senhora, nunca se sabe se não vou precisar de um empurrãozinho para entrar no céu quando patinar... Vou fazê-lo mas não antes de ler citações inspiradoras de altas figuras da Igreja, patentes da face de trás do desdobrável. Ora temos aqui Bento XVI (sim senhor, uma citação do Papa fica sempre bem)... D. José Policarpo (o patriarca de Lisboa também é uma referência para os católicos portugueses, sim senhor)... D. Jorge Ortiga (Arcebispo de Braga, sim senhor, não tão importante como o outro mas quase)... também uma citação da Nota Pastoral do Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa (não tenho a certeza se sei o que é mas também me parece importante, sim senhor) e uma última de Narciso Fernandes, pároco de Ruílhe. Ora bem, o que é que não está bem aqui? Parece que o pároco só está aqui para fazer número, não é? Pois é... Mas não faz mal. Redenção, aqui vou eu.

5 comments:

PedroL said...

eheh muito bem apanhado :P esta porreiro o blog! sou um privilegiado, 99% do q escreveste já te tnh ouvido ler ahah um abraço PedroL

André Oliveira said...

Obrigado amigo, devias fazer um blogue tb... se o fizeres mandame o link. Grande abraço.

Raquel said...

o melhor de tudo é que eu estou a ver-te a dizer isto tudo, num café, de Boémia na mão... e sem papas na língua!!! tá muito bom! Beijos

André Oliveira said...

Muito obrigado grande amiga... lê o texto do casamento e vê se descobres quem é o amigo que lá enuncio... eheheh surgiu-me a ideia no dia em que fomos tomar café.

Giovanna España said...

Um milagre anti aborto tambem aconteceu no Brasil,em uma sessáo histórica em 7 de maio de 2008 no congresso nacional um projeto de Lei que favorecia o aborto foi rejeitado por 33x0, Leia mais em www.juliosevero.com.br